Descrição

O laboratório de interfaces, pertence ao Grupo de Reologia, está equipado para realizar medidas de propriedades de interface entre fluidos e fazer caracterização de propriedades associadas a suspensões e emulsões, como distribuição de tamanho de gotas e partículas, medidas de tensão interfacial e pressão interfacial.

Equipe

Paulo Roberto de Souza Mendes

Mônica Feijó Naccache

Categoria do Serviço
Solicite um orçamento / agendamento
Botão com link dinâmico Ir para Serviços
Precisa de Ajuda?



      Técnicas e equipamentos
      • Microscópio ótico polarizado com módulo de cisalhamento
        Nosso laboratório possui o microscópio óptico Nikon Eclipse LV100 equipado com cinco objetivas de ampliação que variam de 5x a 100x. Além disso, esse equipamento possui um sistema de luz polarizada que permite a observação de materiais birrefringentes. Aplicações incluem a visualização de microestruturas de emulsões e óleos parafínicos. Podemos determinar a distribuição do tamanho das gotas de uma emulsão ou observar a formação de cristais usando as informações recebidas do microscópio. O acessório Cryo-CSS450 da Linkam é um dispositivo que permite a visualização da amostra sendo cisalhada. Ele possui resfriamento e aquecimento da amostra na faixa de -50°C a 450°C.
      • Tensiômetro
        Os tensiômetros Kruss GMBH K100C e Lauda TE 1C realizam medições das propriedades superficiais, como tensão superficial/interfacial, ângulo de contato e concentração micelar crítica (CMC).  Pode ser usado em vários sistemas com interfaces fluidas, sendo uma ferramenta crucial para avaliar as propriedades físico-químicas de surfactantes relevantes para o estudo de interfaces complexas.
      • Cuba de Langmuir
        A cuba de Langmuir é formada por duas barreiras móveis e dois compartimentos principais para as fases fluidas com o auxílio de uma placa Wilhelmy, gentilmente localizada na interface ar-água. É uma ferramenta altamente eficaz para estudar revestimentos de camadas finas e adsorção de surfactante.Dispomos da cuba de Langmuir-Blodgett modelo KSV NIMA KN 1004 da Biolin Scientific. Esta é usada para investigar as propriedades de dilatação/compressão de filmes interfaciais. Por meio dela, é possível obter-se isotermas de pressão de interface por área de compressão ou área molecular. A cuba pode ser acoplada a reômetros de cisalhamento e microscópios para melhor avaliar a morfologia e as propriedades mecânicas dos filmes formados nas interfaces fluido-fluido.
      • Acessórios para medidas de reologia interfacial:
        Os reômetros DHR-3, ARES-G2 e MCRs são equipados com acessórios especializados na obtenção de medidas interfaciais. As opções são o sistema interfacial Double Wall Ring (DWR), Du Nouy Ring e bicone para a medição de propriedades viscosas e viscoelásticas por meio do contato com a interface fluido-fluido. Além disso, a cuba de Langmuir que pode ser associada a tais reômetros para investigar o efeito da pressão superficial nas propriedades reológicas interfaciais.
      • Turbiscan
        O Turbiscan LAB é um equipamento empregado para a avaliação da estabilidade de emulsões e espumas concentradas. A aquisição de dados é feita ao longo do objeto de análise de acordo com a frequência de varreduras programada pelo usuário para obter a curva de transmissão versus backscattering, que determina se a suspensão/emulsão é estável ou instável. Este equipamento oferece controle de qualidade imediato, sem a alteração da formulação e sem necessidade de diluição.
    • Ainda não há comentários.
    • Adicionar uma avaliação
      Como podemos te ajudar?
      1

      Este site usa cookies para lhe dar a melhor experiência online, permitir que você compartilhe conteúdo nas redes sociais e medir tráfego para este site. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.